HomeRevistaMostrando produtos por etiqueta: sustainable development

Douglas Bourn1

 

Abstract: Development education has been subject to a number of interpretations, influenced by practices of non-governmental organisations and policy-makers. Development education as a concept has in many countries become subsumed within themes such as global education, global citizenship and sustainable development. In the Global South the term has a number of interpretations, some of which have been forgotten in the North. Themes such as social justice, critical and reflective dialogue and recognizing and valuing different voices and perspectives are suggested as central to a development education approach. Development education is here proposed not as a static concept but as a pedagogical approach that can continue to provide an important contribution to learning.

Keywords: Development education, global citizenships, no-governmental organisations, sustainable development, global citizenship, aid and development.

Resumo: A educação para o desenvolvimento tem sido alvo de inúmeras interpretações e tem sido influenciada por práticas de organizações não-governamentais e de decisores políticos. A Educação para o Desenvolvimento, enquanto conceito, tem vindo a ser relacionada, em vários países, a temas como a educação global, a cidadania global e o desenvolvimento sustentável. No “Sul Global”, o termo tem diferentes interpretações, algumas delas esquecidas no Norte. Temas como a justiça social, o diálogo crítico e reflexivo e o reconhecimento e a valorização de diferentes vozes e perspetivas são sugeridos como centrais para uma abordagem de educação para o desenvolvimento. Neste artigo, proponho que a educação para o desenvolvimento seja vista, não como um conceito estático, mas como uma abordagem pedagógica que fornece importantes contributos para a aprendizagem.

Palavras-chave: Educação para o Desenvolvimento; Organizações Não-Governamentais; Desenvolvimento Sustentável; Cidadania Global; Ajuda; Desenvolvimento.

 

Alison Leonard1

 

Abstract: I present an overview of my doctoral research investigating how the process of School Linking affects those in Ghana, Uganda and Tanzania. Southern voices are prioritised over my Northern decentred researcher’s voice in order to question the traditional hegemony of the projects I was exploring. My qualitative interpretivist research approach and selection of cases are outlined. The sub-question, “How does the South/North Educational Linking Process (S/NELP) affect local communities in the Global South?” and the inherent risk of creating dependent relationships, are considered.  I contend that Southern voices should determine how links accommodate what might be viewed as Northern ‘largesse’. Finally recommendations and implications for the future of the S/NELP are presented.

Keywords: Critical thinking; Development Education; Effective Aid; Global Education; School Linking; Sustainable Development.

 

Resumo: Apresento um resumo da minha investigação de doutoramento no âmbito das consequências do processo de ligação educativa no Gana, Uganda e Tanzânia. As vozes do Sul são uma prioridade sob o meu papel de investigadora descentralizada do Norte, no sentido de questionar a tradicional hegemonia dos projetos que estudei. Descrevo também a abordagem qualitativa e interpretativista e ainda a seleção dos casos neste projeto. É ainda considerado o risco inerente de criação de uma relação de dependência, a partir da questão: “Como é que o processo de ligação-educativo entre Sul/Norte afeta as comunidades locais no Sul-Global?”. O artigo sublinha que as vozes do Sul devem determinar como as ligações podem favorecer e harmonizar aquilo que é a “generosidade” do Norte. Finalmente, são ainda apresentadas recomendações e algumas ilações futuras para o processo de ligação educativa entre Sul/Norte.

Palavras-chave: Reflexão crítica; Educação para o Desenvolvimento; Ajuda para o Desenvolvimento; Educação Global; Ligação-escolar; Desenvolvimento sustentável.

 

Resumen: Presento una visión global de la investigación asociada a mi tesis doctoral sobre cómo el proceso de Asociación de Escuelas afecta en Ghana, Uganda y Tanzania. Las voces del Sur son priorizadas frente a mi voz del Norte descentrada para así cuestionar la hegemonía tradicional de los proyectos que he explorado. Mi aproximación a una investigación cualitativa interpretativa está esbozada. Se considera la subpregunta “Cómo el Proceso de Asociación Educativa Sur/Norte (South/North Educational Linking Process, S/NELP) afecta a las comunidades locales en el Sur Global? así como los riesgos inherentes a la creación de relaciones de dependencia. Sostengo que las voces del Sur deben determinar como las asociaciones pueden armonizar lo que puede ser visto como la “generosidad” del Norte “generoso”. Finalmente presentamos recomendaciones y consecuencias para el futuro de los S/NELP.

Palabras-clave: Pensamiento Crítico; Educación para el Desarrollo; Ayuda Efectiva; Asociación entre Escuelas; Desarrollo Sostenible.

Título da dissertação: Educação para a diversidade biocultural e desenvolvimento sustentável nos primeiros anos de escolaridade

Autora: Bruna Filipa Fonseca Batista

Natureza do estudo: Relatório de Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Instituição: Universidade de Aveiro

Ano: 2017

Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/22829

 

Resumo

O presente relatório de estágio, elaborado a partir de um projeto de intervenção com uma turma de 2.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico, teve como principal objetivo a elaboração de uma revisão teórica que nos permitisse a conceção, implementação e avaliação de atividades relativas à diversidade biocultural concebidas sob a alçada da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Caracterizado como um estudo de caso do tipo investigação-ação que procedeu a uma análise de dados qualitativa, a partir de uma análise de conteúdo, os dados recolhidos pretenderam refletir sobre o desenvolvimento das crianças ao nível cognitivo e atitudinal assim como a adequação das estratégias pedagógico-didáticas. As unidades de registo foram recolhidas através da observação, dos recursos produzidos pelo grupo de intervenção e das entrevistas áudio e vídeo realizadas a cada uma das crianças. Os resultados do tratamento e análise dos dados demonstram que as crianças adquiriram conhecimentos e desenvolveram atitudes relativas à diversidade biocultural e à compreensão do seu papel enquanto cidadãs de um mundo global e caracterizado pela diversidade, reconhecendo a importância que têm na vida do Outro e vice-versa, valorizando a diferença e evidenciando uma atitude de abertura e respeito pela diversidade biocultural. A investigação aponta ainda para a contribuição que o tratamento da diversidade biocultural pode ter na consciencialização das crianças e mobilização de competências rumo à sustentabilidade biocultural, assente naqueles que são os pilares de uma Educação para o Desenvolvimento Sustentável e mediada por um processo educativo holístico, com a participação de toda a comunidade, interdisciplinar e promotor de um questionamento crítico que possa conduzir a desenvolver a capacidade de resolução de problemas.

Palavras-chave: Educação; Diversidade Biocultural; Desenvolvimento Sustentável; Consumo; Sustentabilidade Biocultural.

 

Abstract

This work report, drawn up from an intervention project with a 2nd year class of the 1st Cycle of Basic Education, had as main objective the elaboration of a theoretical revision that allowed us to design, and then proceed to the implementation and evaluation of activities related to biocultural diversity conceived under the umbrella of Education for Sustainable Development. Characterized as a case-study of the action-research type sustained on qualitative data content analysis, the collected data sought to reflect on the development of children’s cognitive and attitudinal skills as well as the adequacy of pedagogical-didactic strategies. The results of data analysis demonstrate that children have both acquired knowledge and developed attitudes towards biocultural diversity, through the understanding of their role as citizens of a global world characterized by diversity, recognizing the importance they have in the life of the Other and vice-versa, valuing difference and showing an attitude of openness and respect for biocultural diversity. The study also points to the contribution that the treatment of biocultural diversity can have in children’s awareness, as well as in the mobilization of competences towards biocultural sustainability, based on those pillars of an Education for Sustainable Development and mediated by a holistic educational process, with the participation of the whole community, interdisciplinary and promoter of critical questioning that can lead to the development of the capacity to solve problems.

Keywords: Education; Biocultural Diversity; Sustainable Development; Consumption; Biocultural Sustainability.